EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Mercado automóvel europeu volta a cair com segunda vaga da pandemia

Concessionário automóvel em Milão (arquivo)
Concessionário automóvel em Milão (arquivo) Direitos de autor Luca Bruno/AP
Direitos de autor Luca Bruno/AP
De  Rodrigo Barbosa com AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Associação de Construtores Automóveis Europeus fala em contração "sem precedentes"

PUBLICIDADE

Depois de uma ligeira retoma no mês de setembro que deu esperança aos fabricantes, as vendas de automóveis na Europa voltaram a cair em Outubro, sem dúvida devido às novas restrições na maioria dos países ligadas à segunda vaga da pandemia de coronavírus.

De acordo com a Associação de Construtores Automóveis Europeus, a indústria registou uma queda de 7,8% nas vendas em outubro e uma quebra nos registos de novos carros na União Europeia de 26,8% desde o início do ano.

Uma contração "sem precedentes" no mercado automóvel europeu, segundo a associação.

Espanha, França, Alemanha, Itália e Reino Unido, os cinco maiores mercados europeus registaram todos quedas em outubro, com o território espanhol, um dos mais afetados pela pandemia, a liderar as perdas.

Cenário pior que na crise de 2009

O impacto negativo da pandemia no mercado automóvel do bloco comunitário é já superior ao da crise financeira de 2009, após a qual foram precisos seis anos para que a indústria se recuperasse, mesmo com incentivos governamentais. 

Vários países já anunciaram incentivos e ajudas ao setor face à crise do coronavírus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pandemia afunda mercado automóvel

Produtores de champanhe votam a favor de colheitas mais pequenas, com vendas em queda

Como a falha global da Microsoft está a afetar as empresas em todo o mundo