This content is not available in your region

"América em crise": o contraste entre o sonho americano e a realidade

euronews_icons_loading
"América em crise": o contraste entre o sonho americano e a realidade
Direitos de autor  euronews
De  Damon Embling  & euronews

Uma exposição, em Londres, retrata décadas de mudanças políticas, sociais e culturais nos Estados Unidos.

"América em Crise" inspira-se num conceito fotográfico dos anos 60 com o mesmo nome. A exposição ilustra o contraste entre o sonho americano e a realidade, numa época de grandes mudanças e divisões. O público pode contemplar, lado a lado, fotografias de época e imagens contemporâneas.

"Em 1968, Charles Harbutt e Lee Jones, que era nessa altura chefe de Fotografia da agência Magnum, conceberam um projecto original, chamado 'América em Crise', para olhar para o que estava a acontecer nas ruas da América, até à eleição de Nixon em 1969”, contou à euronews Sophie Wright, curadora da exposição.

"Em Maio de 2020, tornou-se óbvio que teríamos mais um ano tumultuoso na véspera de mais uma eleição e pareceu-nos muito apropriado usar esse conceito, e voltar a tratar o tema com fotografias contemporâneas", acrescentou a responsável.

O olhar de 40 fotógrafos norte-americanos

A exposição retrata eventos recentes, nomeadamente, o ataque ao Capitólio levado a cabo, no ano passado, por apoiantes do ex-presidente Donald Trump.

A luta contra a desigualdade racial, protagonizada por movimentos como "Black Lives Matter", é outro dos destaques da mostra que integra obras de 40 fotógrafos norte-americanos.

"Retrato diferentes modos de opressão em relação aos negros e evolução dessa opressão através de fenómenos muito específicos: espetáculos de linchamento, assassinato de negros pela polícia e o red lining, que designa formas de segregação apoiadas pelo governo", explicou Zora J Murff, um das fotógrafos da exposição.

As fotografias retratam uma grande variedade de temas contemporâneos: o feroz debate nacional sobre o controle de armas nos Estados Unidos, a crise climática, a revolução digital e o consumo de imagens.

"Para a galeria Saatchi, é extremamente importante continuar a oferecer uma plataforma para a fotografia, especialmente numa altura em que a atualidade e as notícias do dia-a-dia são tão influenciadas pelas imagens”, disse à euronews Laura Uccello, diretora de parcerias da Galeria Saatchi.

A exposição 'América em crise' pode ser visitada, em Londres, até ao início de abril.