Como é que os espetadores serão afetados pela continuação das greves em Hollywood?

Eis os filmes afetados pelas atuais greves em Hollywood
Eis os filmes afetados pelas atuais greves em Hollywood Direitos de autor Warner Bros, Marvel Studios, Studio Canal
Direitos de autor Warner Bros, Marvel Studios, Studio Canal
De  David Mouriquand
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Enquanto as greves prosseguem em Hollywood, conheça algumas das mais notáveis produções norte-americanas de alto nível pelas quais os cinéfilos poderão ter de esperar.

PUBLICIDADE

Hollywood e toda a indústria cinematográfica encerraram.

Meses depois o início da greve da Writers Guild of America (Associação de Escritores da América), o sindicato Screen Actors Guild juntou-se ao piquete, o que significa que, pela primeira vez em 60 anos, tanto os escritores como os atores americanos estão em greve ao mesmo tempo.

As duas organizações querem que os estúdios e os serviços de streaming ofereçam melhores salários, mais direitos de autor, contribuições mais elevadas para os seus planos de pensões e de saúde e salvaguardas para a utilização da inteligência artificial na indústria.

Não se sabe ao certo quanto tempo durará esta greve. A greve mais longa da WGA durou 153 dias, enquanto em 1980 os atores estiveram em greve durante mais de três meses.

Como serão afetados os espetadores?

Os programas de entrevistas noturnos e muitas produções televisivas já foram suspensos a longo prazo devido à greve dos argumentistas.

Séries como The Last of Us, Yellowjackets, American Horror Story, Big Mouth, Stranger Things, Abbott Elementary, Severance e Daredevil: Born Again, foram todas interrompidas, e os programas noturnos como Last Week Tonight with John Oliver, The Late Show with Stephen Colbert, Late Night with Seth Meyers e inúmeros outros também ficaram sem sinal.

Agora, os projetos cinematográficos, alguns em plena produção, também estão a parar.

O impacto destas paragens na produção dependerá da duração das greves e, embora possa demorar algum tempo até que o público em geral sinta os efeitos das greves em curso, muitos dos próximos lançamentos de filmes serão afetados.

Pequenos estúdios independentes como o A24 concordaram com as condições do SAG e continuarão a filmar e a utilizar os seus atores durante a greve. Isto significa que, neste outono, o público poderá ter acesso apenas a filmes financiados de forma independente, bem como a muitos filmes europeus e asiáticos. Não é mau, uma vez que algumas joias pouco conhecidas terão a plataforma e a atenção que merecem.

No entanto, estas são algumas das mais notáveis produções norte-americanas de alto nível pelas quais os cinéfilos poderão ter de aguardar com paciência.

Challengers

Previsto para abrir o Festival de Cinema de Veneza deste ano, o aguardado triângulo amoroso de Luca Guadagnino, que se passa nos campos de ténis, foi retirado do programa do festival por causa das greves. O filme da MGM/Amazon, protagonizado por Zendaya e Josh O'Connor, será exibido em abril de 2024. O festival anunciou que o filme de abertura será agora o drama italiano Comandante, de Edoardo De Angelis, uma vez que o Lido se vai concentrar este ano nas produções europeias e asiáticas, um plano B que irá prejudicar a reputação de longa data do festival de estrear os principais vencedores dos Óscares do ano seguinte. Por falar em Zendaya...

Duna: Parte Dois

Há rumores de que a Warner Bros está a tentar adiar o lançamento de Duna: Parte Dois, também protagonizado por Zendaya e Timothée Chalamet. De acordo com um relatório da Variety, o estúdio está a ponderar adiar A Cor Púpura e Aquaman e o Reino Perdido, da DC. De facto, a sequela do épico de ficção científica Duna, de Denis Villeneuve, pode estar a passar de 3 de novembro de 2023 para uma data não revelada em 2024. Faz sentido, pois um filme como Duna: Parte Dois beneficiaria muito com a participação do seu elenco de estrelas - que também inclui Austin Butler, Florence Pugh, Javier Bardem, Josh Brolin e Christopher Walken - e as atuais restrições sindicais dizem que esses atores não podem promover trabalhos passados ou futuros feitos e lançados por empresas atingidas. Ainda assim, este foi um dos títulos mais esperados de 2023, então dedos cruzados: podem ainda ser lançados este ano.

Beetlejuice 2

Warner Bros.
BeetlejuiceWarner Bros.

A clássica comédia de terror de Tim Burton de 1988, Beetlejuice, está-se a juntar à longa (e cada vez mais exaustiva) lista de filmes icónicos com uma sequela em 2024. As estrelas originais Michael Keaton, Catherine O'Hara e Winona Ryder juntam-se à recém-chegada ao franchise Jenna Ortega para o novo filme, que foi originalmente anunciado em fevereiro de 2022. As filmagens começaram em maio, tendo decorrido em Inglaterra e em Vermont, nos EUA. O filme tem atualmente uma data de lançamento para 6 de setembro de 2024, mas não há garantias de que a data se mantenha, uma vez que se espera que sofra atrasos significativos, já que a produção foi completamente interrompida. Mas vamos encarar os factos: os fãs tiveram de esperar 35 anos por uma sequela - podem esperar um pouco mais.

Fast X Parte 2

Universal Pictures
Fast XUniversal Pictures

Sem tentar minimizar as greves e as suas consequências, este é um atraso com o qual não estamos muito preocupados. A décima parte do franchise Fast & Furious, Fast X (Velocidade Furiosa 10: Parte 2), saiu no início deste ano e foi uma autêntica porcaria. O final, um enorme suspense que oferecia pouca resolução (ou lógica narrativa básica) ao "enredo" em curso do filme, mostrou mais uma vez que este era um franchise que precisava urgentemente de melhores argumentistas e de um ponto final definitivo. Atualmente, o público terá de esperar pelo menos até 2025 para ver o que é anunciado como a conclusão do franchise.

O Amador

AP Photo
Rami MalekAP Photo

Depois da sua longa participação em Oppenheimer, de Christopher Nolan, Rami Malek deveria ter começado a trabalhar em_O Amador_, um thriller de espionagem em que interpretará um criptógrafo da CIA forçado a investigar o caso do assassínio da sua mulher. As filmagens terão começado no início de junho, com o realizador de Black Mirror e Slow Horses, James Hawes, na cadeira de realizador. A data de estreia, em novembro de 2024, será muito provavelmente adiada.

Veneno 3

Sony
Venom: Tempo de CarnificinaSony

Depois de Morbius e da sequela medíocre de Venom, Venom: Tempo de Carnificina, a Sony precisa de uma vitória em live-action. A produção do Venom 3, atualmente sem título, terá começado em junho, com Tom Hardy a receber também um crédito de escrita. Juno Temple e Chiwetel Ejiofor juntaram-se ao projeto, e a data original de outubro de 2024 pode ainda manter-se, dependendo da duração das greves. Mas é seguro dizer que há muita coisa em jogo neste caso. Por falar no Aranhaverso...

PUBLICIDADE

Homem-Aranha: além do Aranhaverso

Sony
Homem-Aranha: Além do AranhaversoSony

Este ano, Homem-Aranha: além do Aranhaverso é um dos nossos filmes favoritos do ano até agora, e deixou o público num suspense tentador, abrindo o apetite para a terceira e última parcela de uma série vibrante que superou todas as expectativas. O filme de animação está atualmente previsto para chegar às salas de cinema a 29 de março de 2024, mas é muito provável que tenhamos de esperar mais tempo, uma vez que o elenco ainda tem de gravar as suas falas.

Missão: Impossível - Ajuste de Contas - Parte Dois

Paramount Pictures
Missão: Impossível - Ajuste de Contas - Parte UmParamount Pictures

A sequela do medíocre “Missão: Impossível - Ajuste de Contas - Parte Um" deste verão, já completou a maior parte das suas sequências de ação principais. No entanto, ainda há muitas cenas para filmar para o evento de duas partes do adorado franchise de espionagem. A produção esteve num hiato programado enquanto Tom Cruise e o argumentista e realizador Christopher McQuarrie estavam em tarefas promocionais para o primeiro capítulo, no que se diz ser o canto do cisne de Cruise no papel de Ethan Hunt. McQuarrie indicou que a Parte Dois estava apenas cerca de 40% terminada na altura em que a greve dos argumentistas rebentou no mês passado. A data de início original de 28 de junho de 2024 parece, muito apropriadamente, uma Missão: Impossível nesta altura.

Gladiador 2

Universal Pictures - Dreamworks
GladiadorUniversal Pictures - Dreamworks

23 anos depois de Russell Crowe ter interpretado Maximus Decimus Meridius, começaram finalmente os trabalhos para o Gladiador 2, ainda sem título, com Ridley Scott na cadeira de realizador para mais uma sequela do legado. Está a notar uma tendência? Não é de todo uma sequela necessária, mas a ideia de seguir o filho de Maximus, interpretado por Paul Mescal, enquanto este jura vingança pela morte do pai, parece ser aliciante. A ele juntam-se os regressados Djimon Honsou e Connie Nielsen, bem como Pedro Pascal e Denzel Washington. O filme estava a ser filmado em Marrocos na altura da greve e, apesar de estar já a dois terços do caminho percorrido, a data de início de 22 de novembro de 2024 será provavelmente adiada para 2025.

Wicked - Partes 1 e 2

Universal Pictures
WickedUniversal Pictures

A adaptação para o grande ecrã do musical de grande sucesso Wicked também foi interrompida. O desenvolvimento foi anunciado em 2012, o elenco foi revelado em 2021 e a produção começou em 2022, com Ariana Grande e Cynthia Erivo nos papéis principais e o realizador de Asiáticos Doidos e Ricos, Jon M Chu, ao leme. Dividido em duas partes, a primeira estava prevista para ser lançada em novembro de 2024, com a segunda parte a chegar quase exatamente um ano depois, em 2025. Embora as filmagens tenham começado em dezembro de 2022, após atrasos devido à pandemia, pode apostar que estes dois filmes serão lançados em 2025 e 2026, respetivamente.

Twisters

Warner Bros
TornadoWarner Bros

Quase trinta anos após o filme original ter chegado às salas de cinema em 1996, Twisters é a sequela há muito adiada do icónico filme de catástrofe Twister (Tornado). O público estava a preparar-se para um lançamento a 19 de julho de 2024, um prazo que será difícil de cumprir, uma vez que se crê que Twisters só começou a ser filmado em maio. Se acrescentarmos a pós-produção de todos os efeitos especiais necessários, ainda estamos longe de ver este filme surpreender-nos no grande ecrã.

PUBLICIDADE

Deadpool 3

Marvel Studios
Deadpool 3Marvel Studios

Os estúdios Marvel planeiam com antecedência e, consequentemente, os seus quatro grandes projetos atualmente em produção foram afetados pelas greves dos argumentistas e dos atores. Capitão América: Admirável Mundo Novo conseguiu terminar a produção antes de ser verdadeiramente afetado (embora as refilmagens sejam proibidas), enquanto a produção de Blade e Thunderbolts foi interrompida. Depois, há o terceiro filme de Deadpool, a primeira das antigas propriedades da Fox a ser lançada sob a bandeira da MCU, com Ryan Reynolds no papel de Wade "Deadpool" Wilson e Hugh Jackman de regresso como Wolverine, fotografado com um fato amarelo e azul fiel à banda desenhada, que levou a Internet ao delírio. A Marvel precisa de uma vitória, uma vez que os filmes de super-heróis têm tido um fraco desempenho nos últimos tempos, e o seu calendário cuidadosamente traçado terá de ser repensado, uma vez que é impossível que o filme esteja pronto a tempo do seu lançamento original a 3 de maio de 2024.

Paddington no Peru

Studio Canal
Paddington 2Studio Canal

Chorem por causa da sequela de Fast X, mas este é o atraso que realmente dói. Paddington 2 foi uma alegria absoluta, uma brincadeira comovente que se tornou o filme mais bem cotado de todos os tempos no Rotten Tomatoes em 2017. Passaram seis longos anos e estávamos finalmente prestes a ter uma terceira parte. A produção estava prevista para começar em julho, mas agora o hiato indefinido significa que o público terá de esperar até, provavelmente, 2025 pelo regresso ao Peru do querido ursinho comedor de sandes de marmelada.

É isso mesmo.

Resta saber se outros lançamentos de alto nível em 2023 como Poor Things, de Yorgos Lanthimos, e Ferrari, de Michael Mann**(ambos inicialmente previstos para estrear em Veneza**), bem como The Marvels, da Disney, a 10 de novembro, e The Hunger Games, da Lionsgate, serão exibidos. TheBallad of Songbirds & Snakes, da Lionsgate, a 17 de novembro, e Napoleon, da Columbia Pictures, da Sony, realizado por Ridley Scott e protagonizado por Joaquin Phoenix, a 22 de novembro, serão lançados nas salas de cinema sem que os seus elencos participem nas digressões promocionais.

As greves em Hollywood continuam...

PUBLICIDADE
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Record Store Day 2024: Quais os lançamentos a que deve estar atento?

"The Tortured Poets Department" de Taylor Swift: o nosso veredito

Foto comovente de Gaza vence o World Press Photo