EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

As melhores orquestras e solistas do mundo brilham no Festival George Enescu

As melhores orquestras e solistas do mundo brilham no Festival George Enescu
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Frédéric Ponsard
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De dois em dois anos, durante quase um mês, Bucareste apresenta o Festival que homenageia George Enescu, um dos maiores compositores, músicos e maestros romenos.

PUBLICIDADE

O Festival George Enescu, na Roménia, é um dos principais eventos de música clássica do mundo.

De dois em dois anos, durante quase um mês, Bucareste recebe as maiores orquestras e solistas em homenagem a um dos maiores compositores, músicos e maestros da Roménia.

A inauguração do Festival, no final de agosto, no Palace Hall, teve como convidado de honra, um dos maiores violoncelistas do mundo, o francês Gautier Capuçon, sob a direção do maestro romeno Cristian Măcelaru.

A Orquestra Sinfónica George Enescu acompanhou o solista no concerto em Si menor Op. 104 de Dvořák.

Para Gautier Capuçon, participar no festival é uma "dupla honra". "É um festival que conheço bem, participei muitas vezes nos últimos anos, com orquestras em digressão, e é a primeira vez que toco com uma orquestra daqui, romena. E sinto-me ainda mais honrado por abrir a edição este ano com o maestro Cristian Măcelaru que conheço bem desde que é o diretor da orquestra nacional de França. Mas agora, a partir desta edição, é também o novo diretor artístico do festival , portanto dupla honra ."

Vários locais emblemáticos da cidade, incluindo o Ateneu Romeno, acolhem numerosos concertos. O Festival tornou-se um verdadeiro marco da vida cultural do país. 

Cristian Măcelaru, maestro e diretor artístico, sublinha os esforços necessários para dar vida ao festival. "Há muitos esforços financeiros para poder criar um festival desta dimensão e desta magnitude, e para poder mostrar ao mundo o que temos de melhor. Ao mesmo tempo, beneficia a Roménia. Convidámos este ano cerca de 3500 artistas que viajaram para criar música e atuar para as pessoas".

Dezenas de concertos têm lugar ao longo de um mês na capital romena, incluindo óperas como Otello de Verdi.

Nona Ciobanu, Diretora multimédia do espetáculo, destaca a parte visual da ópera. "Tentamos com as imagens enriquecer a música, sem esquecer que a música é a personagem principal. Utilizamos as ferramentas do século XXI, tentando não exagerar, mas criando por vezes um diálogo, por vezes um contraponto."

A edição de 2023 do Festival George Enescu termina no dia 24 de setembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Tudo no Classic Violin Olympus é único!": uma entrevista com Pavel Vernikov

Exposição da Galeria Saatchi explora a mudança da fotografia de moda

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque