EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Sobe para quatro o número de mortos na Suíça devido ao mau tempo

Mau tempo na Suíça provoca várias vítimas mortais
Mau tempo na Suíça provoca várias vítimas mortais Direitos de autor Samuel Golay/' KEYSTONE / MICHAEL BUHOLZER
Direitos de autor Samuel Golay/' KEYSTONE / MICHAEL BUHOLZER
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo suíço admite que o país é "vulnerável" a catástrofes naturais. Presidente apelou aos cidadãos que se protejam.

PUBLICIDADE

Um membro do Conselho Federal da Suíça reagiu aos fenómenos meteorológicos extremos que se registaram nos últimos dias no país e que causaram a morte de pelo menos quatro pessoas. Há ainda dois desaparecidos.

De acordo com a emissora pública suíça SRF, três pessoas morreram num deslizamento de terras no vale de Maggia, no cantão suíço do Ticino. No cantão de Valais, um homem foi encontrado morto num hotel na cidade de Saas-Grund, provavelmente apanhado de surpresa pelas inundações, revelaram as autoridades em comunicado.

"Será que vamos ter uma catástrofe atrás da outra todos os verões? Ou será esta uma exceção? Ninguém sabe. Mas a sucessão destes acontecimentos preocupa-nos e mostra como somos vulneráveis", disse Ignazio Cassis, membro do Conselho Federal Suíço, no domingo.

Cassis proferiu as declarações durante uma visita ao cantão suíço de Ticino, afetado por fortes chuvas, inundações e deslizamentos de terras.

A presidente da Suíça, Viola Amherd, escreveu na rede social X que as fortes tempestades causaram "grandes" danos na região e que a "situação permanece tensa". "Por favor, cuidem de si mesmos e sigam as instruções das autoridades".

Antonio Ciocco, chefe da Polícia Cantonal do Ticino, afirmou que as autoridades não descartam a possibilidade de encontrar mais vítimas em consequência do mau tempo. Uma das pessoas em paradeiro incerto foi dada como desaparecida precisamente no cantão do Ticino. Um segundo desaparecido foi reportado no cantão de Valais.

Os países europeus vizinhos foram, igualmente, afetados pelo mau tempo.

No norte de Itália, numa altura em que a região foi assolada por inundações, trovoadas e deslizamentos de terras, os bombeiros afirmam ter efetuado pelo menos 80 operações de salvamento. Cerca de 200 pessoas tiveram de ser retiradas da cidade de Cogne.

De acordo com os investigadores, situações deste género vão ser cada vez mais frequentes e intensas devido às alterações climáticas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mau tempo em Itália e Suíça provoca inundações. Verão "regressa" nos próximos dias

Espanha em alerta devido ao mau tempo

Mau tempo continua a dificultar a vida aos europeus