Brexit: Trabalhistas britânicos ameaçam rejeitar Lei da Revogação

Brexit: Trabalhistas britânicos ameaçam rejeitar Lei da Revogação
De  Isabel Marques da Silva com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Partido Trabalhista britânico ameaça rejeitar a proposta de lei que explicita as partes da legislação europeia que serão integradas na lei nacional, no âmbito do Brexit. Uma posição que o líder, Jer

PUBLICIDADE

O Partido Trabalhista britânico ameaça rejeitar a proposta de lei que explicita as partes da legislação europeia que serão integradas na lei nacional, no âmbito do Brexit.

O maior partido da oposição exige que o governo conservador faça consideráveis alterações.

Uma posição que o líder, Jeremy Corbyn, teve ocasião de apresentar a Michel Barnier, principal negociador por parte da União Europeia, num encontro, quinta-feira, em Bruxelas.

Good meetings NicolaSturgeon</a>, <a href="https://twitter.com/jeremycorbyn">JeremyCorbyn, fmwales</a>. My door is open, listen to all <a href="https://twitter.com/hashtag/Brexit?src=hash">#Brexit</a> views; next week negotiations with UK gov <a href="https://t.co/N45NkyVCko">pic.twitter.com/N45NkyVCko</a></p>&mdash; Michel Barnier (MichelBarnier) July 13, 2017

Michel Barnier também se reuniu, no mesmo dia, com a líder da Escócia, Nicola Sturgon, sendo que esta região votou contra o Brexit.

Na maratona de encontros com responsáveis britânicos, o negociador-chefe europeu reuniu-se, ainda, com o líder do País de Gales.

A chamada Lei da Grande Revogação, apresentada quinta-feira, no Parlamento britânico, é a lei da saída do país do União Europeia e vai ser avaliada pelos partidos, que podem propor emendas até ao debate, previsto para o outono.

O ministro para o Brexit, David Davis, afirmou que esta é uma das propostas mais importantes que entraram na Câmara dos Comuns e disse-se confiante de que os deputados da oposição a vão apoiar.

Uma vez aprovada, a lei revogará a Lei das Comunidades Europeias (“European Communities Act”), de 1972, que autorizou a adesão, em 1973, do Reino Unido à então Comunidade Económica Europeia (CEE) e incorporou os tratados europeus no Direito nacional britânico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era

O que faz o Parlamento Europeu?