This content is not available in your region

Carla del Ponte satisfeita com sentença contra Mladic

Access to the comments Comentários
De  Isabel Silva
Carla del Ponte satisfeita com sentença contra Mladic

O Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia condenou o antigo chefe militar sérvio-bósnio Bósnia, Ratko Mladic, por genocídio e crimes contra a humanidade.

Um caso bem conhecido de Carla del Ponte, magistrada suíça que foi procuradora nesse tribunal de 1999 a 2007.

“Estou muito satisfeita, muito satisfeito em nome das vítimas, porque Mladic é o oficial de maior patente e o principal responsável por crimes de guerra, a seguir a Milosevic, que já morreu. Também estou satisfeita por ter sido sentenciado a prisão perpétua”, disse, em entrevista à euronews.


Para a ex-procuradora é importante que todos os responsáveis políticos e miliares tenham sido julgados pelas atrocidades cometidas há mais de duas décadas, mesmo que não se arrependam.

“Quando os réus faziam declarações, era bem perceptível a sua ideologia de discriminação étnica. É óbvio que nenhum se arrependeu. Apenas conheci um réu que se arrependeu, que admitiu os seus crimes e que se suicidou na prisão”, recordou.

A guerra da Bósnia causou 100 mil mortos e dois milhões de deslocados, tendo ficado tristemente famosa pelo massacre de Sbrenica e pelo cerco à capital, Sarajevo.