EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

"Breves de Bruxelas": robôs, parentalidade, Facebook e tarifas

"Breves de Bruxelas": robôs, parentalidade, Facebook e tarifas
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Breves de Bruxelas": robôs, parentalidade, Facebook e tarifas

PUBLICIDADE

A inteligência artificial está a chegar ao sistema judicial, onde é crucial a proteção de direitos fundamentais e de informação privada.

O Conselho da Europa criou uma carta de boas práticas e um das peritas da instituição explicou à euronews o que está em causa.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • Os Estados-membros da União Europeia devem implementar uma licença de paternidade obrigatória com duração mínima de dez dias após o nascimento da criança. Parlamento, Comissão e Estados-membros chegaram a acordo para atualizar esta parte da diretiva sobre equilíbrio entre vida profissional e vida familiar, promovendo também a igualdade do género.
  • A empresa Facebook promete reforçar as regras sobre publicação de propaganda política para evitar a interferência estrangeira nas eleições, incluindo as que se realizam, em maio, para o Parlamento Europeu. Sob pressão de autoridades de todo o mundo, o Facebook lançou, no ano passado, várias iniciativas para aumentar a supervisão de anúncios políticos.
  • A Comissão Europeia apresentará, terça-feira, uma queixa junto da Organização Mundial do Comércio por causa dos 35% de tarifas aduaneiras que os EUA impuseram sobre as importações de azeitona preta espanhola. Cecilia Malmström, comissária europeia com esta pasta, disse que a taxa que já estar a ser aplicada há um ano é injusta e viola as regras internacionais de comércio.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE impõe 10 dias de licença de paternidade obrigatória

Facebook promete maior vigilância sobre propaganda política

Será justo confiar a justiça aos robôs?