UE impõe 10 dias de licença de paternidade obrigatória

UE impõe 10 dias de licença de paternidade obrigatória
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

UE impõe 10 dias de licença de paternidade obrigatória

PUBLICIDADE

Os Estados-membros da União Europeia devem implementar uma licença de paternidade obrigatória com duração mínima de dez dias após o nascimento da criança.

Parlamento, Comissão e Estados-membros chegaram a acordo para atualizar esta parte da diretiva sobre equilíbrio entre vida profissional e vida familiar, promovendo também a igualdade do género.

"Esta diretiva encorajará a participação das mulheres no mercado de trabalho e a partilha equitativa das responsabilidades de cuidados entre mulheres e homens. Contribuirá também para fechar a lacuna de género em ganhos e remuneração", disse Marius-Constantin Budai, ministro do Trabalho e Justiça Social da Roménia, país que preside aos trabalhos do Conselho da União Europeia no primeiro semestre do ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Médico holandês é pai biológico de pelo menos 49 crianças

"Breves de Bruxelas": robôs, parentalidade, Facebook e tarifas

Eleições na Croácia colocam primeiro-ministro contra presidente