UE prepara medidas para combater o abuso de crianças

UE prepara medidas para combater o abuso de crianças
Direitos de autor euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O abuso de crianças aumentou durante a pandemia. A Comissão Europeia está a preparar medidas preventivas e jurídicas para combater este flagelo

PUBLICIDADE

Com o confinamento, as famílias e as crianças ficaram retidas em casa. Foi aí que os abusos tanto físicos como pela internet aumentaram drasticamente. A União Europeia quer atacar o problema e prepara um pacote de medidas.

Ylva Johansson, comissária europeia para os Assuntos Internos, afirma: "A Europa tornou-se o centro de acolhimento deste material e também temos informação de vários estados membros que isto tem vindo a piorar durante a pandemia. Por isso, é realmente importante que tomemos medidas muito enérgicas para proteger as crianças. É por isso que vamos tornar obrigatória a deteção deste material por parte das empresas de Internet, bem como a sua denúncia e encaminhamento destes casos".

As propostas de Bruxelas para combater o abuso de crianças incluem:

- Criação de um novo Centro Europeu, para uma melhor coordenação entre os estados membro;

- Criação de uma rede de prevenção;

- E um quadro jurídico forte para melhor aplicar as leis que já estão em vigor.

Mas a Comissão nega que só agora esteja a ocupar-se de uma questão que existe há décadas.

"Bem, só posso ser responsabilizada desde 1 de dezembro, quando tomei posse e, depois, começámos a trabalhar nisto imediatamente porque penso que é tão urgente que temos de agir muito, muito mais duramente, com muito mais vigor quando se trata de abuso sexual de crianças", diz a comissária Ylva Johansson.

A crise do coronavírus vai certamente passar, mas, infelizmente, o abuso de crianças não. A Comissão espera, no entanto, que estas novas medidas contribuam de alguma forma para combater este flagelo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estudo aborda impactos do confinamento nas crianças

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era