EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

UE organiza fórum para discutir indústria de defesa e ajudar Ucrânia

Representantes manifestaram o desejo de integrar a indústria de defesa ucraniana no ecossistema das capacidades de defesa da Europa
Representantes manifestaram o desejo de integrar a indústria de defesa ucraniana no ecossistema das capacidades de defesa da Europa Direitos de autor Efrem Lukatsky/AP
Direitos de autor Efrem Lukatsky/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Fórum para as indústrias de defesa UE-Ucrânia decorre esta segunda-feira em Bruxelas, com o objetivo de reforçar a cooperação e aumentar a produção de munições na UE e na Ucrânia.

PUBLICIDADE

A União Europeia organizou um fórum para a indústria de defesa na segunda-feira, numa tentativa de encontrar novas maneiras de fornecer armas e munições a Kiev.

Cerca de 140 empresas de 25 países diferentes compareceram ao evento em Bruxelas, destinado a ligar as indústrias de defesa da Ucrânia e da UE.

Representantes da indústria reuniram-se no fórum para discutir como a capacidade industrial da Ucrânia para a produção de defesa poderá ser combinada com a da Europa.

Os representantes também discutiram em que medida as empresas ucranianas poderiam ampliar a produção e atender às necessidades do país através da indústria nacional. Isso minimizaria os custos de transporte e permitiria que o equipamento militar fosse produzido onde fosse necessário.

"Nós produzimos na Europa, mas devemos ser capazes de produzir em território [ucraniano]", afirmou o Alto Representante para as Relações Exteriores e Política de Segurança, Josep Borrell. "A fim de economizar custos, reduzir os prazos de entrega e estar mais perto das necessidades [ucranianas]", acrescentou.

O fornecimento das forças da Ucrânia provou ser uma tarefa difícil para os aliados do país. Mais de dois anos após a invasão em larga escala da Ucrânia pela Rússia, Moscovo fez das capacidades industriais de Kiev um de seus principais alvos.

Esta é a primeira vez que a Europa é anfitriã do fórum. Inicialmente, foi realizado na Ucrânia em 2022, e depois pelos Estados Unidos no ano seguinte. Os representantes da indústria manifestaram, em grande medida, o desejo de integrar a indústria de defesa ucraniana no ecossistema das capacidades de defesa da Europa.

"O nosso objetivo é encontrar financiamento extra para a aquisição da indústria de defesa ucraniana para as forças armadas ucranianas", disse Oleksander Kamyshin, ministro ucraniano das Indústrias Estratégicas. "Essa é a maneira mais rápida de ajudarmos a linha de frente", acrescentou.

O fórum acontece na sequência de uma proposta para uma Estratégia Industrial de Defesa Europeia. A estratégia visa preparar a prontidão da indústria de defesa na UE agora que os conflitos armados estão de novo presentes no velho continente.

O plano também prevê 1,5 mil milhões de euros em financiamento para preparar a indústria de defesa europeia, com o objetivo de tornar a UE mais segura e beneficiar aliados-chave, incluindo a NATO e a Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kremlin anuncia exercícios com armas nucleares táticas após "comentários provocatórios" do ocidente

Ataque russo faz um morto e 24 feridos na região de Kharkiv no domingo da Páscoa ortodoxa

Ucrânia celebra a Páscoa ortodoxa sob a sombra da guerra