This content is not available in your region

Torrevieja, Espanha: da lagoa rosa às torres medievais

Torrevieja, Espanha: da lagoa rosa às torres medievais
Direitos de autor  euronews   -  
De  Naomi Lloyd  & euronews

A sul de Alicante, Torrevieja, na Costa Blanca é uma das preferidas estâncias de férias preferidas dos turistas do norte da Europa que procuram sol durante todo o ano. 

Neste episódio de Explore, vamos descobrir os lados menos conhecidos da cidade espanhola: os trilhos para andar a pé ou de bicicleta, uma reserva natural deslumbrante e os monumentos que simbolizam a herança cultural da cidade.

Torrevieja significa "Torre Velha". A cidade tem o nome de uma torre de vigia construída para defender os habitantes dos ataques de piratas na Idade Média.

Embora a torre original já não exista, os visitantes podem explorar a “torre gémea", chamada Torre del Moro, localizada ao longo da estrada costeira. Os turistas que se afastam das praias e se aventuram elas colinas, no exterior da cidade, são recompensados com vistas espectaculares ao longo da costa e do Mediterrâneo.

euronews
A Bella Lolaeuronews

Uma antiga aldeia de pescadores

Em tempos, Torrevieja era uma aldeia piscatória. A estátua da cidade, a Bella Lola é uma homenagem às mulheres dos pescadores e marinheiros perdidos no mar.

"A Bella Lola representa as longas esperas e as incertezas" contou a guia turística Maria José Minguez Mateo.

A família de Maria José vive em Torrevieja há várias décadas. A guia local adora mostrar os tesouros escondidos da sua cidade natal.

"Há muitas coisas interessantes para ver em Torrevieja", sublinhou Maria José.

"No centro da cidade, há a Igreja da Imaculada Conceição com a sua praça, depois há as ruas pedonais, e o Casino, um edifício emblemático, muito bonito", acrescentou a guia turística.

euronews
A Igreja da Imaculada Conceiçãoeuronews

A história das salinas

Torrevieja está rodeada por duas belas lagoas de água salgada natural rosa e verde, que formam as salinas.

A utilização do sal na cidade remonta à época romana. No início do século XIX, Torrevieja tornou-se no centro da indústria do sal, em Espanha, o que transformou completamente a pequena aldeia de pescadores.

Hoje, Torrevieja é a maior produtora de sal da Europa. Mais de 600 mil toneladas de sal são extraídas por ano. Uma grande parte do sal é utilizado nas estradas do norte da Europa, para evitar que fiquem escorregadias, devido à neve, no Inverno.

Os visitantes podem apanhar um comboio turístico do centro da cidade para ver as salinas e a lagoa cor-de-rosa. A tonalidade rosa, completamente natural, deve-se a uma microalga que vive na água.

euronews
As salinaseuronews

O parque natural de Torrevieja

As salinas situam-se num impressionante parque natural, o Parque Natural de las Lagunas de la Mata y Torrevieja, que é uma reserva natural protegida. É um refúgio para ciclistas e peões. Há vários trilhos que permitem contemplar o ecossistema local.

"À volta da lagoa existem algumas plantas muito especiais porque são provenientes de solos muito salinos. Estas plantas formam um habitat prioritário para a União Europeia", disse Francisco José Martinez Garcia, director do parque.

euronews
O parque naturaleuronews

O parque natural de Torrevieja é também um paraíso para os observadores de aves, com mais de uma centena de espécies diferentes, incluindo flamingos.

"Na ilha, podemos ver flamingos que nasceram este ano porque são um pouco escuros, ainda não adquiriram a cor rosa", explicou o responsável.

euronews
A paella é uma das especialidades locaiseuronews

As delícias da cozinha local

Os restaurantes locais abastecem-se de fruta e legumes na Vega Baja, uma grande planície no interior de Torrevieja. A região é conhecida pelos seus pratos de peixe e marisco e, claro, pela paella.

"Esta paella é típica de Torrevieja, da Costa Blanca e da Região de Valência. A paella de marisco com amêijoas, camarões, lagostins, e pequenos camarões descascados é muito popular entre os turistas", disse à euronews Manuel Patricio Perez Cisternas, empregado de mesa de Torrevieja.

Vale a pena sair da zona balnear e dos sítios turísticos de Torrevieja, para descobrir os tesouros escondidos da Costa Blanca.