EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Tribunal Constitucional rejeita recurso: crime de Oscar Pistorius foi homicídio voluntário com pena até 15 anos

Tribunal Constitucional rejeita recurso: crime de Oscar Pistorius foi homicídio voluntário com pena até 15 anos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O atleta sul-africano Oscar Pistorius viu negada pelo Tribunal Constitucional a intenção de recorrer de novo face à condenação pelo homicídio da

PUBLICIDADE

O atleta sul-africano Oscar Pistorius viu negada pelo Tribunal Constitucional a intenção de recorrer de novo face à condenação pelo homicídio da namorada.

#OscarPistorius Steenkamp family reacts to athlete appeal denied. ' We always believed in justice system' #sabcnews

— Chriselda Lewis (@Chriseldalewis) March 3, 2016

O tribunal considerou em primeira instância, em setembro de 2014, que a morte de Reeva Steenkamp, a 14 de fevereiro de 2013, tinha sido homicídio involuntário.

Pistorius alegou sempre ter atingido a modelo a tiro 4 vezes, através da porta de uma casa de banho, por julgar tratar-se de um assaltante. A teoria de que a morte teria acontecido depois de uma discussão entre os dois foi negada ao longo do julgamento.

A interposição de recurso por Pistorius face à pena de 5 anos emitida então resultou numa sentença endurecida.
O tribunal considerou, em Dezembro, que o homicídio fora voluntário.

A leitura da sentença de Oscar Pistorius está marcada para Abril. A acusação diz que a pena não deve ser inferior a 15 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal russo condena soldado americano a quase quatro anos de prisão por roubo

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Hunter Biden, filho de Joe Biden, condenado em julgamento por três crimes de posse de arma