Bahama Leaks: Neelie Kroes dirigiu empresa "offshore" quando era comissária europeia

Bahama Leaks: Neelie Kroes dirigiu empresa "offshore" quando era comissária europeia
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A ex-vice-presidente da Comissão Europeia Neelie Kroes dirigiu uma empresa “offshore” sediada nas Bahamas quando exercia o cargo de comissária para a…

PUBLICIDADE

A ex-vice-presidente da Comissão Europeia Neelie Kroes dirigiu uma empresa “offshore” sediada nas Bahamas quando exercia o cargo de comissária para a Concorrência.

A revelação foi feita por meios de comunicação que se associaram ao Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, numa nova divulgação de milhares de documentos de paraísos fiscais.

Segundo os documentos, Kroes terá mantido “entre 2004 e 2009” um lugar na direção da empresa Mint Holdings, com sede nas Bahamas, quando exercia o mandato de comissária europeia, fazendo de um dos seus cavalos de batalha o combate contra posições dominantes nos mercados, visando a Microsoft e outras empresas.

O caso “Bahama Leaks” surge apenas quatro meses e meio depois do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação ter centrado as atenções do mundo nos paraísos fiscais, com a divulgação do escândalo dos “Papéis do Panamá”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bahamas Leaks: Cerca de duas dezenas de portugueses citados

Sete pessoas julgadas por fornecer droga suicida a mais de 600 pessoas nos Países Baixos

Greta Thunberg detida pela polícia durante um protesto nos Países Baixos