Descobrir a gruta de Choranche através da magia das luzes e do som

Descobrir a gruta de Choranche através da magia das luzes e do som
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estamos nos Alpes franceses, no maciço do Vercors.

PUBLICIDADE

Estamos nos Alpes franceses, no maciço do Vercors. Proponho-vos uma visita literalmente ao coração da montanha, à gruta de Choranche. É uma das grutas mais bonitas de França e propôe-nos um novo espetáculo de som e luzes, que vamos descobrir em ante-estreia e a 360°.

A gruta foi descoberta no final do século XIX pelos residentes das aldeias vizinhas. No século XX, diversas equipas de espeleólogos exploraram as entranhas da montanha, seguindo o curso dos rios. As galerias estendem-se ao longo de dezenas de quilómetros, mas só uma pequena parte está acessível ao público.

Foram precisos milhões de anos para criar estas paisagens subterrâneas. Umas das zonas mais impressionantes da gruta, são as chamadas “Fístulas”, estalactites muito finas formadas por um tubo natural e concreção cálcita. Estes tubos crescem, em média, cinco centímetros em cada 100 anos. O maior mede

Um pouco mais à frente, os visitantes acedem a uma sala imensa designada como “A catedral”. É aqui que decorre o espetáculo de som e luzes, que pode ser visto desde o passado fim-de-semana.

“A esta grande sala que tem cerca de 30 metros de altura, por 50 de largura e 90 de comprimento, que é esmagadora, onde poderíamos sentir-nos perdidos… este espetáculo traz uma espécie de doçura, uma vertente humana, com uma descoberta progressiva que, pouco a pouco, vai revelar o espaço. Durante todo o espetáculo tem-se um sentimento de calma, de prazer.”., explica Laurent Garnier, diretor da Gruta de Choranche.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia encontra mais de 60 quilos de canábis em casa de autarca francesa

Polícia francesa expulsa dezenas de migrantes de Paris a quase 100 dias dos Jogos Olímpicos

Encontrados restos mortais do pequeno Émile