EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Venezuela: protesto anti-Maduro bloqueia as principais estradas do país

Venezuela: protesto anti-Maduro bloqueia as principais estradas do país
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de venezuelanos bloquearam as principais estradas do país, segunda-feira, para exigir a saída do presidente.

PUBLICIDADE

Milhares de venezuelanos bloquearam as principais estradas do país, segunda-feira, para exigir a saída do presidente. Manifestações feitas mesmo depois de Nicolás Maduro ter apelado ao diálogo, após três semanas de protestos violentos onde morreram 21 pessoas.

Ao contrário de algumas mobilizações anteriores, este bloqueio ocorreu de forma pacífica.

Venezuela protesters vow to block roadways https://t.co/adUBJ8QPWqpic.twitter.com/eIAGsGnWrK

— FRANCE 24 (@FRANCE24) April 24, 2017

“Estamos cansados, os jovens estão a sair do país, não há futuro aqui. Não queremos mais violência, mais gente morta por causa deste regime, que é um regime criminoso. Queremos sair disto. A única forma que temos para colocar um ponto final nisto tudo é protestar pacificamente na rua,” afirmou uma das participantes nos bloqueios.

Apesar da forma pacífica como aconteceram os bloqueios, registaram-se confrontos nas ruas de Caracas.

https://t.co/2w9SPaN8uj En los DomingosMaduro</a> compartí momentos hermosos con la Juventud y ls niñs</a> de Corazón Urbano...Vamos Venciendo... <a href="https://t.co/SQwwjLtvEi">pic.twitter.com/SQwwjLtvEi</a></p>— Nicolás Maduro (NicolasMaduro) April 24, 2017

No domingo, o Presidente venezuelano tinha defendido a realização das eleições de governadores, que deviam ter acontecido no ano passado, e reiterou o convite à oposição para um diálogo.

Maduro pediu ao papa Francisco para que “continue a acompanhar” as conversações e acusou a aliança da oposição, Mesa para a União Democrática, de querer lançar a Venezuela “por um barranco”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Agricultores guerreiros" próximos da extrema-direita fizeram protesto "convivial"

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência