Última hora

Supremo dá vitória parcial a Trump em lei anti-imigração

Supremo dá vitória parcial a Trump em lei anti-imigração
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos fez saber, segunda-feira, que vai deixar a administração de Donald Trump aplicar parcialmente o decreto anti-imigração que tem como alvo alguns países muçulmanos.

A decisão é uma vitória para o presidente norte-americano e contraria instâncias judiciais inferiores que deliberaram o bloqueio da medida.

O decreto que proíbe a entrada nos Estados Unidos a cidadãos da Síria, Líbia, Irão, Sudão, Somália e Iémen, agora protege quem quer que seja que tenha estabelecido uma relação de boa-fé com pessoa ou entidade nos Estados Unidos.

Ou seja, qualquer habitante destes seis países que seja totalmente desconhecido das autoridades norte-americanas verá negado o acesso ao território dos Estados Unidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.