Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Sérvia quer acelerar negociação para entrar na UE

Sérvia quer acelerar negociação para entrar na UE
Tamanho do texto Aa Aa

A primeira-ministra da Sérvia, Ana Brnabic, espera que se abram até o final do ano novos capítulos da negociação sobre a entrada na União Europeia.

Mas a questão do Kosovo continua a bloquear o processo, uma vez que a Sérvia não a reconhece a independência da antiga província.

“É uma questão muito sensível e é extremamente importante para nós que a Comissão Europeia permaneça neutra quanto ao estatuto do Kosovo. É a pedra angular do diálogo, e não apenas ao nível dos governos de Belgrado e Pristina, na qual a comissão europeia funciona como mediador, mas também no que se refere à nossa integração europeia”, disse Ana Brnabic, de visita a Bruxelas, quarta-feira.


Alguns nacionalistas sérvios têm comparado o Kosovo com a Catalunha, acusando os países ocidentais de usarem dois pesos e duas medidas.

Mais diplomática, a primeira-ministra sérvia afirmou estar “ completamente de acordo com a Comissão Europeia sobre tudo o que tem dito em relação a Espanha, à necessidade de respeitar a constituição espanhola, o direito internacional e a soberania do reino de Espanha”.


Do lado da União Europeia, há algumas preocupações com a influência económica e política da Rússia na região dos Balcãs, especialmente na Sérvia e no Montenegro.

Tal explica a vontade do executivo comunitário de permitir a entrada destes países na União por volta de 2025.

“Não somos uma espécie de cavalo de Tróia da Rússia na União Europeia”, garantiu a primeira-ministra. “A Rússia é um importante parceiro comercial e nosso amigo, mas isso de maneira nenhuma limita a nossa integração estratégica na União Europeia”.