Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Zimbabuanos já não querem Robert Mugabe

Zimbabuanos já não querem Robert Mugabe
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de zimbabuanos continuam a convergir este sábado para as ruas de Harare para pedirem a partia do presidente, Robert Mugabe, que tem vindo a ser progressivamente abandonado pelos seus mais fiéis seguidores.

O movimento popular está a ser apoiado pelos militares, que esta semana tomaram o controlo. Um manifestante afirma: “Estamos aqui a dizer que Mugabe já não é o presidente da República do Zimbabué. Já não é! E todas as províncias expressam o desagrado pelo forma como ele, de facto, governou este país”.

Vindos de várias regiões, os manifestantes empunham cartazes onde se lê: “Basta, Mugabe deve partir!”, ou mesmo “Repousa em paz, Mugabe”.

As manifestações são o culminar de uma semana de crise política em que o exército tomou o controlo do país e colocou sob prisão domiciliária o homem de 93 anos, que governa o Zimbabué há 37 anos.