A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França afasta teoria de atentado na queda de avião egípcio

França afasta teoria de atentado na queda de avião egípcio
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa
Euronews

Autoridades francesas afastam teoria de atentado na queda do avião da EgyptAir, em maio de 2016.

Dois anos depois, o BEA - o Gabinete francês de Inquérito e Investigação para a Segurança da Aviação Civil, adianta uma outra explicação: um incêndio na cabine.

A conclusão é publicada num relatório agora divulgado onde se lê: "o BEA favorece a hipótese, já anteriormente referida, da rápida propagação de um incêndio e espera que prossigam as investigações sobre essa possibilidade, no interesse da segurança da aviação".

O airbus da Egyptair fazia a ligação entre Paris e o Cairo. 66 pessoas morreram.

As autoridades egípcias afirmam que foram encontrados explosivos em restos humanos retirados dos destroços. O regulador da atividade aeronáutica da França, numa atitude pouco comum, vem agora criticar o facto do Egipto ter ignorado os pedidos para investigações mais aprofundadas.