Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

China prepara-se para acabar com o controlo da natalidade

China prepara-se para acabar com o controlo da natalidade
Tamanho do texto Aa Aa

Ao Estado o que é do Estado. Às famílias o que é das famílias.

A China prepara-se para acabar com o controlo da natalidade. De acordo com um jornal jurídico oficial, o novo código civil - em preparação - não faz qualquer referência ao assunto.

Entre 1979 e 2015, o Partido Comunista impôs a polémica política de filho único. A legislação aumentou entretanto o limite para dois filhos por casal.

Reuters
Maquete de um selo para assinalar o Ano do PorcoReuters

O país mais populoso do mundo não conseguiu travar o envelhecimento demográfico.

No final do ano passado, 241 milhões de chineses - um quinto da população - tinham mais de 60 anos.

Um número que deve duplicar até 2050.

A expectativa de uma mudança na legislação cresceu quando, no início do mês, uma coleção de selos de correio criada para assinalar o ano do porco, mostrava vários pequenos leitões à volta dos pais.

Uma nova versão do código civil chinês está a ser discutida no Congresso Nacional do Povo. Ainda não tem data para entrar em vigor, mas espera-se que esteja pronta em 2020.