EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Avião russo abatido pela defesa antiaérea síria

Avião russo abatido pela defesa antiaérea síria
Direitos de autor 
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um avião militar russo foi abatido esta segunda-feira pela defesa antiaérea da Síria - aliada da Rússia. O aparelho de reconhecimento transportava 15 militares russos e não há sobreviventes. No entanto, para Moscovo a culpa do incidente é de Israel.

PUBLICIDADE

Um avião militar russo foi abatido esta segunda-feira pela defesa antiaérea da Síria - aliada da Rússia. O aparelho de reconhecimento transportava 15 militares russos e não há sobreviventes.

No entanto, para Moscovo a culpa do incidente é de Israel. Acusa o país pela queda do avião no Mar Mediterrâneo e por direcionar a aeronave para a linha de fogo, quando as defesas antiaéreas sírias respondiam a um ataque franco-israelita à cidade costeira síria de Latakia. Diz ainda que Israel apenas deu o aviso sobre a operação um minuto antes do ataque. Uma situação que colocou o avião russo em perigo de ser apanhado no fogo cruzado.

A Rússia coloca mesmo a hipótese de retaliar e defende que os caças F-16 de Israel usaram o avião russo como cobertura, durante os ataques, para se poderem aproximar dos alvos sem serem atingidos.

Em fevereiro deste ano, um outro avião russo também foi abatido numa zona controlada por rebeldes, na província de Idlib, no noroeste da Síria. O Ministério da Defesa da Rússia informou que embora o piloto tenha sobrevivido ao acidente acabou por ser capturado e por morrer em terra.

O mesmo cenário em novembro de 2015, quando um F16 turco abateu um avião de guerra russo, perto da fronteira com a Síria.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Avião militar russo despenha-se e mata quatro tripulantes

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado