Última hora

Chefe do Exército propõe afastamento de Bouteflika

Chefe do Exército propõe afastamento de Bouteflika
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do Estado-Maior do Exército da Argélia causou surpresa, com uma proposta para a saída da crise no país: o general Ahmed Gaid Salah pediu que o presidente, com um fraco estado de saúde, seja declarado inapto para exercer o poder, ou que Abdelaziz Bouteflika apresente simplesmente a demissão, um mês depois do início do movimento de contestação popular.

Salah defendeu o lançamento do procedimento previsto no artigo 102 da Constituição argelina, aplicável quando o presidente "se encontra na impossibilidade de exercer funções, devido a uma doença grave e duradoura".

Face à pressão popular, Bouteflika tinha renunciado a uma candidatura a um novo mandato, mas também adiado por tempo indefinido as eleições previstas para abril, prolongando de facto as rédeas no poder, que detém desde 1999.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.