Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Maduro e Guaidó preparam embate do 1º de maio

Maduro e Guaidó preparam embate do 1º de maio
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As manifestações deste sábado na Venezuela, a favor e contra o atual poder, foram uma espécie de balão de ensaio para o que os adversários anunciam como o dia decisivo.

Tanto Nicolas Maduro, como Juan Guaidó apontam o Primeiro de Maio como a data em que o país vai ter de escolher um lado. E isso implica sair à rua por um ou por outro.

Desta vez, os apoiantes do presidente vieram celebrar a saída da Venezuela da Organização dos Estados Americanos.

No campo oposto, Juan Guaidó voltou a apelar diretamente ao exército para que deixe de apoiar Maduro, até porque são os militares que controlam a chave da economia do país, ou seja, o setor petrolífero.

O homem que cinco dezenas de países, entre os quais Portugal, reconhecem como presidente interino, garante que tem encontro marcado com o destino na próxima quarta-feira.