Última hora

Última hora

Manchester City nega irregularidades financeiras e afasta suspensão

Manchester City nega irregularidades financeiras e afasta suspensão
Direitos de autor
رويترز
Tamanho do texto Aa Aa

O Manchester City afastou a hipótese de exclusão da próxima edição da Liga dos Campeões, como sanção da UEFA por alegado incumprimento do "fair-play" financeiro.

Em comunicado, o clube inglês negou, esta terça-feira, as acusações de irregularidades financeiras, veiculadas pelo jornal norte-americano New York Times.

A formação liderada por Pepe Guardiola que, no domingo, conquistou o bicampeonato em Inglaterra está, segundo o periódico norte-americano, a ser investigada pelo Comité de Controlo Financeiro da UEFA.

A investigação terá tido início em janeiro após várias denúncias relacionadas com os documentos do Football Leaks.

O New York Times refere que o Manchester City é suspeito de ter entregado, à UEFA, relatórios financeiros falsos e informações erradas sobre os valores recebidos em patrocínios.

O clube inglês terá, assim, tentado contornar as regras do "fair-play" financeiro do organismo que gere o futebol europeu.

O líder do painel de investigação da UEFA, o belga Yves Leterme, fará esta semana uma recomendação ao órgão sobre a possível sanção ao Manchester City, que poderá passar pela suspensão.