Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Salvini diz-se mais "pró-europeu" do que os "pró-europeus"

Salvini diz-se mais "pró-europeu" do que os "pró-europeus"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"Mais pró-europeu do que os pró-europeus." Foi desta forma que o vice-primeiro-ministro e ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, se apresentou. As declarações foram proferidas perante jornalistas estrangeiros em Milão na véspera de um encontro de líderes das principais formações europeias de extrema-direita, previsto para este sábado.

"Os eurocéticos são quem domina a Europa neste momento. Os antieuropeus são os socialistas o Partido Popular Europeu. Converteram um sonho num pesadelo, numa prisão. Sinto-me mais pró-europeu do que os pró-europeus. Se pensarmos numa Europa antes de Maastricht, em que falavam de bem-estar e de pleno emprego", sublinhou Salvini.

Marine Le Pen confirmou a presença no encontro de partidos nacionais, em que estarão representados, entre outros, o Alternativa para a Alemanha ou o Partido Popular dinamarquês.

"É a primeira vez que 11 partidos vêm a Itália para assinar fisicamente um acordo para uma nova Europa e estamos alinhados em dois temas: a defesa das nossas fronteiras e o aumento do emprego", acrescentou o líder da Liga Norte.

O polémico primeiro-ministro húngaro será notado pela ausência. Viktor Orbán prometeu uma "cooperação" pós-eleitoral mas recusa qualquer aliança com Marine Le Pen.