A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polícia brasileira sem provas para acusar Neymar

Polícia brasileira sem provas para acusar Neymar
Direitos de autor
REUTERS/Nacho Doce
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Polícia de São Paulo não encontrou motivos para indiciar Neymar, o jogador de futebol acusado de violação e comportamento agressivo por Najila Souza, uma modelo brasileira.

O Ministério Público brasileiro tem agora 15 dias para se manifestar. O caso remonta a maio deste ano, em Paris, onde Neymar joga. À acusação de violação, o futebolista respondeu que houve sexo consentido.

Neymar pode estar de saída do Paris Saint German, mas este caso pode ter comprometido a venda do jogador. O jornal espanhol Sport adianta que o PSG aceita agora 180 milhões de euros em vez dos 300 milhões inicialmente pedidos.