A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Roménia anula alterações no código penal após homicídios

Roménia anula alterações no código penal após homicídios
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ao desespero dos familiares das duas adolescentes romenas assassinadas alegadamente às mãos de um mecânico de 65 anos, seguem-se várias questões que estão a abalar todo um país.

Gheorghe Dinca negou, no início, qualquer envolvimento nos homicídios, mas acabou por assumir a autoria de crimes particularmente violentos que culminaram na morte de Alexandra Macesanu, de 15 anos, e Luiza Melencu, de 18.

Gheorghe Dinca

O facto de Alexandra ter conseguido ligar três vezes para a polícia e esta nada ter feito durante um dia, sobretudo por questões burocráticas como a falta de um mandado judicial, voltou a lançar o debate sobre o funcionamento da Justiça na Roménia.

Os protestos multiplicam-se. Para já, o Tribunal Constitucional romeno chumbou as alterações feitas ao código penal pelos sociais-democratas, que atualmente ocupam o poder. Num país assolado pela corrupção, essas mudanças, adotadas em abril, têm sido duramente criticadas por supostamente enfraquecerem a margem de manobra das autoridades e, ao mesmo tempo, minimizarem as penas em casos de abuso de poder ou negligência profissional.

"Demissão", pede-se consistentemente nas inúmeras manifestações que se têm sucedido. O diretor da polícia romena já se afastou do cargo. Mas as baterias estão agora apontadas ao próprio governo social-democrata. O presidente, Klaus Iohannis, um liberal, veio reconhecer "que as instituições públicas romenas não fizeram o seu trabalho de proteger o direito fundamental à vida".