Última hora

Congressistas norte-americanas impedidas de entrar em Israel

Congressistas norte-americanas impedidas de entrar em Israel
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Israel proibiu a entrada de duas congressistas norte-americanas no país.

Rashida Tlaib e Ilhan Omar, duas opositoras de Donald Trump e as primeiras mulheres muçulmanas eleitas para o Congresso ficaram impedidas de visitar o território do Estado hebreu. A decisão foi anunciada depois de o presidente dos Estados Unidos ter encorajado o governo israelita a não deixar as políticas aterrar em Telavive, este fim-de-semana, como estava previsto.

No Twitter, Trump acusou as congressistas de "detestar Israel e todo o povo judaico" e afirmou que seria uma demonstração de "grande fraqueza" o executivo de Benjamin Netanyahu deixá-las entrar no país.

("Mostraria grande fraqueza se Israel permitisse a congressista Omar e a congressista Tlaib visitar [o país]. Elas odeiam Israel e todo o povo judaico e não há nada que possa ser dito ou feito para mudarem de ideias. O Minnesota e o Michigan vão ter dificuldades em voltar a elegê-la. São uma desgraça!")

O primeiro-ministro israelita justificou a decisão inédita com as campanhas de boicote económico e cultural contra Israel apoiadas pelas congressistas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.