A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Jovens de todo o mundo manifestam-se pelo clima

Jovens de todo o mundo manifestam-se pelo clima
Direitos de autor
REUTERS/Kate Munsch
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em uníssono em nome de um verdadeiro compromisso contra as alterações climáticas, milhões de jovens encheram as ruas de cidades em todo o mundo. Juntaram-se ao protesto massivo, liderado pela ativista ambiental sueca Greta Thunberg. E lembraram os políticos, tal como o rosto da campanha internacional, que não existe planeta B.

"Os olhos do mundo estarão neles. Os políticos têm uma oportunidade de provar que também estão unidos com a ciência. Têm a oportunidade de liderar para mostrar que nos ouvem. Acreditam que nos ouvem? Vamos fazê-los ouvir-nos", apelou a ativista ambiental sueca.

Os manifestantes fizeram-se ouvir nos quatro cantos do mundo na contagem decrescente para a Cimeira Internacional sobre o Clima da ONU.

Foi assim no Brasil, onde a desflorestação da floresta amazónica avança a um ritmo assustador, ou em Reiquiavique, a capital da Islândia, onde é notória uma profunda preocupação com o derretimento dos lençóis de gelo da Gronelândia.

Portugal juntou-se ao movimento global e participa até 27 de setembro na Semana Global pelo Clima.