Última hora

Samos sem condições para acolher tantos migrantes

Samos sem condições para acolher tantos migrantes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A situação na ilha grega de Samos é dramática. Cerca de 6500 refugiados e migrantes lutam pela sobrevivência num campo de refugiados que devia alojar dez vezes menos pessoas. Há falta de condições sanitárias e o hospital local não consegue responder às necessidades, que não param de aumentar.

"Olhe à sua volta e vai entender. O que está a acontecer é desumano, as condições são desumanas. Há imensas mulheres grávidas, especialmente de África e do Afeganistão. Temos imensos nascimentos", diz o médico Fabio Giardina.

As autoridades preveem que a construção do centro para refugiados perto de Mitilínio esteja concluída daqui a três meses. O novo campo vai poder acolher 1200 migrantes.

O Governo grego continua a transportar refugiados para o interior do continente, mas a ilha de Samos continua a receber um número significativo de refugiados e migrantes.

Na capital da ilha, Vathy, os migrantes pedem a transferência imediata para o continente.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.