Ataque israelita mata dirigente da Jihad Islâmica em Gaza

Ataque israelita mata dirigente da Jihad Islâmica em Gaza
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Retaliação não se fez esperar - vários roquetes atingiram as cidades de Sderot e Ashkelon.

PUBLICIDADE

Um ataque israelita matou Baha Abu Al-Atta, um alto dirigente da Jihad Islâmica, na última madrugada, em Gaza. No funeral, compareceram centenas de pessoas e ouviram-se disparos. O ataque visou diretamente a casa de Al-Atta e matou também a mulher do líder jihadista. 

O governo israelita reconheceu o raide e disse que o homem era acusado de planear vários ataques com roquetes e drones contra Israel e de estar a planear novas ofensivas. A Jihad islâmica emitiu também um comunicado, em que diz que a morte do dirigente seria vingada. Já durante o dia desta terça-feira, foram lançados vários rockets de Gaza em direção as cidade israelita de Ashkelon e Sderot. As sirenes soaram também em Telavive, mas não caiu qualquer míssil na cidade.

Momento em que um roquete disparado de Gaza atinge uma autoestrada israelita

Segundo os meios de comunicação social sírios, Israel lançou igualmente um ataque contra a casa de outro dirigente da Jihad Islâmica em Damasco, matando um dos filhos.

Estes novos episódios são um teste à frágil trégua entre Israel e o Hamas, implementada desde a ofensiva israelita em Gaza no verão de 2014.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Segundo maior hospital de Gaza não está operacional. Israel quer reféns libertados até ao Ramadão

Guerra Israel-Hamas: ataques intensificam-se no centro e sul de Gaza

Primeiro-ministro israelita exige rendição do Hamas