Última hora

no comment

Confrontos violentos no Chile

No Chile, manifestantes e forças de segurança envolveram-se em violentos confrontos na capital numa altura em que se assinalam dois meses de protestos.

As autoridades responderam com canhões de água e gás lacrimogéneo ao lançamento de pedras por parte dos manifestantes.

O presidente chileno, Sebastian Piñera, prometeu uma série de reformas para acalmar os protestos como o aumento do salário mínimo ou a subida das pensões.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.