EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Justiça francesa confirma sentença contra "Teodorín" Obiang

Justiça francesa confirma sentença contra "Teodorín" Obiang
Direitos de autor AP Photo/Jerome Delay
Direitos de autor AP Photo/Jerome Delay
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Fortuna do herdeiro da Guiné Equatorial inclui palacete em Paris orçado em 100 a 150 milhões de euros.

PUBLICIDADE

Tem os dias contados a vida luxuosa, pelo menos em França, do número dois da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema "Teodorín" Obiang, vice-presidente e filho do atual chefe de Estado Teodoro Obiang. 

O tribunal da Relação de Paris confirmou uma sentença de 2017 que condena Obiang a três anos de prisão com pena suspensa, ao pagamento de uma multa de 30 milhões de euros e ao confisco dos bens que detém no país, incluindo um palacete de mais de 4000 metros quadrados em plena avenida Foch, no centro da capital francesa, estimado entre 100 e 150 milhões de euros, alvo já de uma ação judicial em 2012. O arresto dos bens está suspenso à espera de uma decisão do Tribunal Internacional de Justiça.

Captura de ecrã - Google Street View
O palacete de "Teodorín" em ParisCaptura de ecrã - Google Street View

Obiang foi condenado por aquisição de bens com dinheiro ilícito. Antes, tinha sido a Suíça a apreender a coleção de carros de luxo e a doar o dinheiro do leilão a projetos humanitários na Guiné Equatorial.

A Guiné Equatorial, país membro da CPLP, é um dos países com o PIB per capita mais elevado de África, o que não impede que uma grande parte do milhão de habitantes viva abaixo do limiar da pobreza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia faz buscas ao comité organizador dos Jogos Olímpicos de Paris

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo

Relógios de luxo batem recordes na feira Watches and Wonders em Genebra