Última hora
This content is not available in your region

Mercado das flores estagnado devido à Covid-19

euronews_icons_loading
Mercado das flores estagnado devido à Covid-19
Direitos de autor  NICOLAS MAETERLINCK/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Em tempos de incerteza o mundo foca-se no essencial e a beleza vinda da natureza não consegue sair das estufas. Produtores de flores portugueses estão a deitar toneladas de flores ao lixo, devido à estagnação das vendas provocada pela pandemia.

As encomendas foram quase todas canceladas há mais de 15 dias, num setor que emprega mais de 5 mil pessoas de norte a sul de Portugal.

As pessoas podem comprar um ramo de flores através da internet. Nós entregaremos o ramo num hospital, num lar de idosos ou aos serviços de emergência que precisam de um pouco de cor - e que estão realmente na linha de frente desta crise da COVID-19.
Andrew Miller
Produtor de tulipas

Em Londres, o Squires Garden Centre também faz contas à vida e às flores - com perdas no valor de mais de dois milhões de euros em mercadoria estagnada.

Numa altura em que a saúde deve ser como uma flor de estufa, os produtores pedem que ofereça uma flor, para que outra pessoa possa ganhar um pouco de cor.