Última hora
This content is not available in your region

Itália reabre igrejas e comércio

euronews_icons_loading
Itália reabre igrejas e comércio
Direitos de autor  Luca Bruno/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Uma missa em homenagem ao centenário do nascimento de João Paulo II. Foi assim que o Papa Francisco assinalou a reabertura da Basílica de São Pedro, no Vaticano, num dia em que as igrejas italianas voltaram a acolher os fiéis. As entradas são limitadas, tendo em conta o número de ocupantes com a devida distância de segurança entre eles.

Aquele que foi o primeiro país europeu a impor o confinamento - durou 69 dias - entrou na chamada "fase 2". O próprio primeiro-ministro, Giuseppe Conte, declarou este fim de semana que é "preciso aceitar os riscos inerentes", porque não é possível esperar até à eventual descoberta de uma vacina.

A Itália reabre então as portas de lojas, cafés, restaurantes, cabeleireiros e outros serviços. A 3 de junho prevê-se a abertura de fronteiras a cidadãos do Espaço Schengen. A 15 de junho, será a vez de teatros e cinemas reiniciarem a atividade.