Última hora
This content is not available in your region

Portugal e Brasil na lista de países de risco para a Grécia

euronews_icons_loading
Portugal e Brasil na lista de países de risco para a Grécia
Direitos de autor  Thanassis Stavrakis/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Portugueses e brasileiros na lista de viajantes de risco para as autoridades gregas. Atenas abre as portas ao turismo mas coloca várias restrições a quem venha de 29 países, exigindo quarentena à chega e um teste de despistagem da Covid-19.

O mapa de risco foi divulgado ao mesmo tempo que foi lançada uma campanha oficial do governo da Grécia para o verão. São 29 os países com restrições. Estão representados na imensa mancha vermelha que salpica quatro continentes.

As autoridades gregas diz que correspondem à lista de locais com elevado risco de contágio feita pela Agência da União Europeia para a Segurança da Aviação.

Euronews
A vermelho, os países de riscoEuronews

O Turismo representa quase um quinto da economia grega. Reabrir o setor é considerado vital para a recuperação do país. O executivo diz que o sucesso da Grécia no controle do novo coronavírus será um passaporte de saúde, segurança e credibilidade para os visitantes. A Grécia espera mesmo ter mais turistas este ano.

Os voos internacionais para Atenas e Tessalónica são retomados a 15 de junho. A maior parte das agências de viagens e companhias aéreas já voltaram a vender bilhetes para a Grécia. David O'Brien, diretor comercial da Ryanair, diz que "a capacidade vai estar acima dos 50 por cento" e que "90% das rotas vão estar a funcionar embora por vezes com menos voos por semana".

Os hotéis gregos reabrem esta segunda-feira. O executivo cortou nas taxas cobradas nos bilhetes de avião e barco para baixar os preços das viagens.