EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Onda de indignação pela morte de Rayshard Brooks

Onda de indignação pela morte de Rayshard Brooks
Direitos de autor Brynn Anderson/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Brynn Anderson/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A morte de mais um negro às mãos da polícia nos EUA levou a uma nova série de manifestações, a juntar às que estão a ser feitas na sequência da morte de George Floyd.

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos estão a ser percorridos por uma nova onda de protestos raciais, depois de um novo episódio de morte de um homem negro por parte de um polícia branco, desta vez em Atlanta, na Geórgia.

Rayshard Brooks foi baleado na sexta-feira por ter resistido à detenção depois de ter falhado um teste de alcoolemia.

O incidente foi gravado pelas câmaras de vídeovigilância e provocou a demissão da chefe da polícia local. As manifestações de indignação não se fizeram esperar, num país profundamente abalado e em plena onda de manifestações contra o racismo, desde a morte de George Floyd, no dia 25 de Maio, em Mineápolis.

Vídeo completo da interpelação de Brooks pela polícia

O restaurante Wendy's em Atlanta, onde Brooks, de 27 anos, foi baleado ficou destruído depois de ter sido incendiado por cerca de 150 manifestantes. A autópsia provou que foi baleado pelas costas.

Estes últimos protestos surgem quando os legisladores debatem a forma de reformar um sistema judicial visto pelos críticos como discriminatório para com os cidadãos mais pobres e oriundos das minorias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia evacua acampamento de manifestantes pró-Palestina

Absolvição de polícias acusados de matar homem negro causa revolta nos EUA

Centro de Nova Iorque ocupado por protestos contra combustíveis fósseis