EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Líderes europeus tentam acordo quanto à resposta económica face à crise da Covid-19

Líderes europeus tentam acordo quanto à resposta económica face à crise da Covid-19
Direitos de autor Francois Lenoir/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Francois Lenoir/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Ricardo Borges de Carvalho com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Falhadas as negociações no primeiro dia do Conselho Europeu, em Bruxelas, líderes da UE tentam este sábado entender-se sobre o Fundo de Recuperação europeu pós-pandemia

PUBLICIDADE

Depois de semanas de desacordo quanto à resposta económica da União Europeia à crise da Covid-19, era expectável que o primeiro dia do Conselho Europeu terminasse sem fumo branco entre os 27 estados-membros.

Os trabalhos, em Bruxelas, continuam este sábado, mas não será fácil chegar a um acordo.

Nesta altura, há sobretudo, duas questões que parecem difíceis de ultrapassar.

A primeira é a exigência dos Países Baixos de ter poder de veto para travar o desembolso dos apoios aos Estados-membros, caso algum não esteja a cumprir as reformas ou investimentos com que se comprometeu. A ideia é rejeitada por todos os outros estados-membros, mas numa negociação que exige unanimidade, o primeiro-ministro holandês Mark Rutte poderá bloquear todo o processo.

A outra questão, até agora intransponível, é o condicionamento da entrega das ajudas financeiras ao respeito pelo Estado de Direito. Uma exigência que tem a oposição da Hungria e Polónia, países que têm abertos contra si procedimentos por supostas violações nesta matéria.

O Fundo de Recuperação europeu pós-pandemia prevê apoios aos estados-membros de 750 mil milhões de euros. 500 mil milhões em subsídios a fundo perdido e os restantes 250 mil milhões de euros em empréstimos.

Neste primeiro Conselho Europeu presencial dos últimos cinco meses, os líderes europeus tentam também chegar a acordo sobre o orçamento da União Europeia para o período entre 2021 e 2027, o chamado Quadro Financeiro Plurianual, na ordem de 1,074 biliões de euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estado da União": Novas propostas para enfrentar pandemia

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vítimas do 11 de março em Madrid lembradas no Dia Europeu em Memória das Vítimas do Terrorismo