Última hora
This content is not available in your region

Catalunha: Quim Torra promete recorrer aos tribunais europeus

euronews_icons_loading
Catalunha: Quim Torra promete recorrer aos tribunais europeus
Direitos de autor  Emilio Morenatti/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Após ter sido notificado da sentença do Supremo Tribunal, ao princípio da tarde, Quim Torra deu uma conferência de imprensa onde descreve a sua inibição de cargos públicos por 18 meses como um "golpe engendrado pelo Estado espanhol".

"Nunca desisto nem me demito, muito menos aceitarei esta sentença judicial cujo objectivo é derrubar o governo da Catalunha", disse.

O até agora presidente da Generalitat, o governo da Catalunha, promete recorrer para os tribunais europeus.

Esta terça-feira, o vice-presidente, Pere Aragonès, assume parte das funções e o presidente do parlamento terá 10 dia para propor um candidato à sucessão de Torra. Se não houver candidato, como se prevê, serão convocadas eleições.

Está aberta mais uma crise política que não é só da Catalunha, mas de nível nacional. Pedro Sánchez dirige um governo minoritário que precisa do apoio dos deputados catalães.

Em Barcelona, os protestos não se fizeram esperar. Centenas de pessoas saíram para a rua.