EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Lavrov considera "ultrajantes" as acusações de Navalny contra Moscovo

Lavrov considera "ultrajantes" as acusações de Navalny contra Moscovo
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia considerou "ultrajantes" as acusações do líder da oposição vítima de envenenamento, Alexei Navalny.

PUBLICIDADE

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia considera "ultrajantes" as acusações sobre o envolvimento de Moscovo no envenenamento do líder da oposição, Alexei Navalny. Sergey Lavrov pôs ainda em causa o resultado dos exames feitos a Navalny.

As declarações foram proferidas durante um encontro com membros da associação de empresários europeus:

"Chamo a vossa atenção para o facto de que a clínica Charité não descobriu qualquer agente venenoso nos seus testes. Isso surgiu em Bundeswehr. Ainda não sabemos se os franceses e os suecos fizeram esses testes por si próprios, ou se foram os alemães que lhes fizeram os testes. E o facto de os nossos colegas tentarem manter tudo em segredo está a perturbar-nos muito. Queremos procurar a verdade, e vamos continuar a fazê-lo", afirmou.

Na sua primeira entrevista desde que adoeceu num voo doméstico na Rússia, a 20 de agosto, Navalny disse à revista alemã Der Spiegel que, na sua mente, Putin estava por detrás do ataque com agentes nervosos da era soviética. O presidente russo não reagiu, mas o Kemlin considerou inaceitáveis as declarações de Navalny.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alexei Navalny pede à UE que sancione oligarcas russos

Tribunal alemão julga homicídio com ligações ao Kremlin

'Putin não ordenou a morte de Navalny', dizem agências de inteligência dos EUA