Última hora
This content is not available in your region

Um país dividido

euronews_icons_loading
Um país dividido
Direitos de autor  Rodney Choice/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O fim de semana, um pouco por todos os Estados Unidos, foi de festa. Apesar da pandemia, os apoiantes de Joe Biden não querem deixar passar a oportunidade de festejar a eleição do candidato à Casa Branca.

Festejos em Filadélfia

"Trump é racista. Como mulheres negras que somos, temos de vir apoiar, porque a maioria dos americanos votaram para que ele se fosse embora", diz uma apoiante do vencedor das eleições.

A eleição de Biden está longe de ser unânime. Pelo contrário, o presidente eleito herda um país extremamente dividido. Donald Trump recolheu os votos de mais de 70 milhões de norte-americanos, que não aceitam o resultado do escrutínio: "Apenas queremos respostas. Há ainda muitas questões por responder e Estados onde a contagem continua a decorrer, onde não deveria ter sido declarado um vencedor", diz uma apoiante do ainda presidente.

A equipa de Trump promete continuar a batalha nos tribunais. Nenhum candidato derrotado, na história dos Estados Unidos, alguma vez se recusou a admitir a derrota. A questão é como reagirá o país se Donald Trump não o fizer.