EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Reino Unido anuncia novo sistema de vistos

Reino Unido anuncia novo sistema de vistos
Direitos de autor Kin Cheung/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Kin Cheung/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades britânicas estimam que cerca de 300 mil residentes de Hong Kong aproveitem a oportunidade para se mudarem para o Reino Unido

PUBLICIDADE

Connie Chan e a sua família encontram-se entre os cerca de 7 mil residentes de Hong Kong que se mudaram para Reino Unido desde julho do ano passado.

Dentro de cinco anos, terão direito à cidadania britânica graças a um novo sistema de vistos que entra este domingo em vigor.

"Literalmente decidimos da noite para o dia, penso que é melhor ir embora. Vimos que a situação estava a piorar em Hong Kong e não fazia sentido. Hong Kong.mudou muito", afirmou Connie Chan, migrante de Hong kong no Reino Unido e empresária de comércio electrónico.

As autoridades britânicas estimam que cerca de 300 mil pessoas possam aproveitar esta oportunidade, algo que levou Pequim a anunciar o fim do reconhecimento dos passaportes de cidadãos britânicos no estrangeiro (passaportes BNO) que muitos residentes de Hong Kong ainda têm.

"O Reino Unido está a tentar transformar um número elevado de residentes de Hong Kong em cidadãos de segunda classe", disse o porta-voz da diplomacia chinesa, Zhao Lijian, acusando o Reino Unido de estar desesperado por novos talentos e capital.

Por enquanto, as novas regras não bloqueiam a maior parte dos residentes de Hong Kong de viajarem mas Pequim não colocou de parte a possibilidade de novas medidas no futuro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Hong Kong confina, China faz testes em massa

Autoridades de Hong Kong fecham quarteirão devido a surto de Covid-19

Polícia de Hong Kong detém 50 ativistas pró-democracia