EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

PM egípcio afirma que causas do acidente ferroviário são desconhecidas

PM egípcio afirma que causas do acidente ferroviário são desconhecidas
Direitos de autor AP/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor AP/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O acidente ferroviário ocorrido a sul do Cairo provocou pelo menos 32 mortos e 165 feridos

PUBLICIDADE

No Egito, equipas de emergência trabalharam durante a noite no local onde ocorreu um acidente ferroviário que resultou em pelo menos em 32 mortos e 165 feridos.

De acordo com a Autoridade Ferroviária do Egito, o incidente foi provocado pela ativação do travão de emergência numa composição que teria levado ao embate com outro comboio. 

O primeiro-ministro Mustafa Madbouly adiantou mais tarde que as causas do acidente não são conhecidas.

Um dos comboios de passageiros dirigia-se para o porto de Alexandria, no Mediterrâneo.

O chefe do executivo adiantou que o presidente Abdel Fattah al-Sisi ordenou o pagamento de indemnizações a dobrar às vítimas e familiares das vítimas do acidente.

"Com base nas instruções dadas pelo presidente, acordámos em dobrar o pagamento de indemnizações atribuídas para acidentes deste tipo. Uma vez reunidos todos os elementos, estamos a falar de 5 400 euros para os mortos e mil e 2000 euros aproximadamente para os feridos em razão do tipo de ferimento", anunciou o primeiro-ministro Mostafa Madbouly.

Mais de uma centena de ambulâncias foram enviadas para o local do acidente situado a 440 quilómetros a sul da capital, Cairo.

Números oficiais indicam que em 2017 ocorreram no país 1,793 acidentes ferroviários.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 40 mortos em acidente ferroviário na Grécia

Egito prepara nova tentativa para desbloquear o canal do Suez

O impulso das atividades portuárias para o crescimento do Egito