Última hora
This content is not available in your region

Fantasporto em edição presencial

euronews_icons_loading
Fantasporto
Fantasporto   -   Direitos de autor  André Henriques/ André Henriques 2021
Tamanho do texto Aa Aa

O Fantasporto tem uma nova casa. Depois de mais de 20 anos no Rivoli e um ano antes da mudança para o renovado Batalha, o festival ocupa o Hard Club (antigo Mercado Ferreira Borges), no centro histórico do Porto, até ao dia 4 de maio.

Se a edição do ano passado decorreu já sob a ameaça da pandemia e uma semana antes do confinamento ser decretado, este ano há o peso da responsabilidade de ser o primeiro grande evento presencial organizado em Portugal desde que os locais culturais reabriram.

"Tudo é diferente este ano, menos os filmes, que são aqueles que tínhamos já programado nas primeiras datas previstas para o festival", conta à Euronews a diretora Beatriz Pacheco Pereira: "Tivemos de prever várias coisas e adaptar a sala às limitações impostas pela Covid. Há contrariedades, como o facto de o júri trabalhar 100% online, não podermos ter convidados estrangeiros nem sessões ao fim de semana. Mas o espírito do festival é o mesmo de sempre", disse ainda Beatriz Pacheco Pereira.

Entre os destaques na edição deste ano, há o premiado "Post Mortem", da Hungria, ou ainda "The Reckoning", do Reino Unido, ambos na secção de Cinema Fantástico. Quanto à Semana dos Realizadores, que mostra cinema independente de todos os géneros, os destaques vão mais uma vez para a Hungria, com o pré-candidato ao Óscar "Preparations to be together for an unknown period of time" ou para a ante-estreia mundial do filme experimental japonês "Awauta".

Programa completo aqui

Editor de vídeo • Ricardo Figueira