Última hora
This content is not available in your region

Armin Laschet o candidato da CDU a chanceler da Alemanha

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Armin Laschet o candidato da CDU a chanceler da Alemanha
Direitos de autor  John MacDougall/MTI/MTVA
Tamanho do texto Aa Aa

Para Armin Laschet, a campanha antes das eleições para o Bundestag foi uma luta - como o boxe e a sua aparição (encenada) num clube para jovens em Frankfurt. E para o líder da CDU de 60 anos e candidato a chanceler, muitas coisas correram mal nos últimos meses. O licenciado em Direito e antigo jornalista fez declarações polémicas. Alguns falam de uma "cadeia de gafes".

Na Primavera de 2021, a CDU/CSU apresentou uma competição pública de semanas sobre a candidatura a chanceler - e mesmo depois do chefe de governo da Renânia do Norte-Vestefália ter prevalecido contra o seu rival Markus Söder, líder da CSU, houve repetidos apelos para que o primeiro-ministro da Baviera o substituísse.

Depois da catástrofe das cheias (que também atingiu duramente o estado de Laschet na Renânia do Norte-Vestefália), o político da CDU não conseguiu bons números - enquanto o seu adversário do SPD - o Ministro das Finanças Olaf Scholz ganhou popularidade. O tom de riso de Laschet durante um discurso do Presidente Federal suscitou críticas.

O encontro de Armin Laschet com Elon Musk na Gigafactory em Brandenburg, perto de Berlim, também gerou críticas. Os activistas ambientais estão a fazer campanha contra o mega-projecto, devido à utilização de uma enorme quantidade de água.

Durante a pandemia, Laschet recebeu críticas relativas às medidas restritivas e devido a um negócio de máscaras que o seu filho tinha feito com um fabricante de moda. Como líder da CDU, Laschet afirmou-se ao falar do seu pai, que era mineiro, descreveu-se dizendo: "Posso não ser o homem da aparição pública perfeita, mas sou Armin Laschet".

Há muitas pessoas que pensam que Angela Merkel é boa em primeiro lugar e a CDU segundo. A reputação da chanceler entre as pessoas aqui e internacionalmente pode ser resumida numa palavra: Confiança. Precisamos desta confiança agora enquanto partido - e esta confiança não é dada, não é herdada, não é algo que se possa simplesmente passar à frente. Há que trabalhar para obter esta confiança.
Armin Laschet
Candidato da CDU a chanceler da Alemanha

Declarou também que a Alemanha não precisa de um diretor executivo, mas sim de um capitão de equipa. Durante a campanha eleitoral, Angela Merkel e Markus Söder apoiaram Armin Laschet, mas não houve um verdadeiro entusiasmo pelo candidato da CDU para chanceler.