EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Oposição denuncia fraudes em escrutínio na Geórgia

Oposição denuncia fraudes em escrutínio na Geórgia
Direitos de autor ASSOCIATED PRESS
Direitos de autor ASSOCIATED PRESS
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Oposição denuncia fraudes nas eleições autárquicas na Geórgia. Resultados oficiais dão a vitória ao partido do primeiro-ministro Irakli Garibashvili.

PUBLICIDADE

O partido no poder, na Geórgia, ganhou a segunda volta das eleições municipais nas autarquias onde não foi possível apurar um vencedor na primeira volta, que decorreu a dois de outubro.

Os resultados oficiais, divulgados este domingo, estão a ser rejeitados e classificados de fraudulentos pela oposição.

Na capital, Tiblíssi, o candidato do partido Movimento Nacional Unido (MNU), Nika Melia, repudiou os resultados e denunciou várias irregularidades.

Enquanto isso, o partido Sonho Georgiano festeja a vitória em 19 dos 20 municípios onde enfrentou o Movimento Nacional Unido.

O primeiro-ministro Irakli Garibashvili assegurou que o escrutínio decorreu "bem, pacificamente, e de acordo com os resultados preliminares" que o seu partido obteve em cada município.

A segunda volta das eleições realizou-se em apenas alguns municípios, especialmente nas grandes cidades.

A primeira decorreu no dia dois de outubro, um dia após a prisão do antigo presidente Mikheil Saakashvili (e fundador do MNU) que regressou do exílio.

As autoridades justificam a detenção alegando que o antigo chefe de Estado entrou ilegalmente no país

Saakashvili iniciou uma greve de fome em protesto contra a detenção, que classificou de ilegal.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Modi reivindica vitória nas eleições gerais da Índia

Primeiro-ministro Modi perto da vitória nas eleições da Índia

Nova Democracia quer mudar imagem da Grécia na Europa: a "ovelha negra" fez-se "agradável surpresa"