Três países dos Balcãs querem criar mercado de trabalho comum

Três países dos Balcãs querem criar mercado de trabalho comum
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Macedónia do Norte, Albânia e Sérvia reuniram em Tirana para assinar plano.

PUBLICIDADE

Os líderes da Macedónia do Norte e da Sérvia foram recebidos na Albânia pelo primeiro-ministro do país, Edi Rama para discutirem acordos políticos e económicos.

Três países com a mesma ambição: Faz parte da União Europeia. No encontro que durou dois dias foram discutidos documentos que se aproximam das linhas políticas do bloco. Como por exemplo, criar um Mercado de Trabalho comum e livre entre os países.

"Cada passo (...) de cooperação bilateral ou multilateral entre nós, é um passo em frente. Abrir os Balcãs é prepará-los para a integração da UE.", disse o primeiro-ministro Edi Rama, na conferência de imprensa.

Depois desta reunião em Tirana, o plano é liberalizar completamente o mercado de trabalho, o que significa que, por exemplo, um trabalhador da Albânia pode encontrar trabalho livremente na Sérvia ou na Macedónia do Norte.

Os "Balcãs Abertos" surgem depois décadas de tensão na região, especialmente entre Tirana e Belgrado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Balcãs Ocidentais: Investimento da China e da Rússia vs. UE

O que esperar da cimeira UE-Balcãs Ocidentais?

Milhares de toneladas de lixo acumulam-se no rio Drina na Bósnia