This content is not available in your region

Boris Johnson corta financiamento à BBC numa altura em que é pressionado para se demitir

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Boris Johnson corta financiamento à BBC numa altura em que é pressionado para se demitir
Direitos de autor  AP Photo

Boris Johnson anunciou corte no financiamento à BBC, numa altura em que é pressionado para abandonar o governo.

Dia após dia surgem relatos de mais festas em Downing Street realizadas durante o confinamento no Reino Unido. Os encontros com "muito álcool" de acordo com testemunhas, envolvem membros do governo, incluindo o primeiro-ministro. Boris Johnson já admitiu o erro, pediu desculpa aos britânicos mas o arrependimento parece não convencer.

Andrew Bridgen, legislador conservador, diz que o comportamento dos membros do governo "indicam que pensam que podem fazer o que querem e nós temos que fazer o que nos dizem", o especialista insiste que esse comportamento "não é aceitável para mim, não é aceitável para os eleitores" e "não é aceitável para alguém que está a liderar o país". 

O partido da oposição acusa Boris Johson de mentir e de violar as leis covid. Nas ruas, a opinião divide-se. Há quem ache "nojento" e "desprezível." e há quem considere que se Boris Johnson fez as festas "no jardim dele", "está tudo bem". 

Numa altura em que a pressão aumenta para abandonar o executivo, o primeiro-ministro anunciou que vai cortar o financiamento à BBC, durante dois anos. Boris Johnson está a ser acusado de retaliações à televisãobritânica que tem noticiado as festas que envolvem o governo.