Sarajevo lembra "corajoso povo ucraniano"

Sarajevo
Sarajevo Direitos de autor Screengrab by AFP video
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Capital da Bósnia e Herzegovina acolheu manifestação contra a guerra

PUBLICIDADE

Os residentes de Sarajevo assinalaram na última terça-feira os trinta anos do cerco à cidade, e neste sábado juntaram-se para homenagear às vítimas da guerra na Ucrânia. No meio de música, mas também de minutos de silêncio, centenas de pessoas enviaram uma mensagem de apoio ao "corajoso povo ucraniano ".

A autarca da capital da Bósnia e Herzegovina disse que "trinta anos após o início do cerco mais longo da história da civilização moderna, o mundo pensava que a guerra e a agressão nunca mais poderiam voltar a acontecer na Europa mas, infelizmente, isso não é verdade”. Enquanto falava de Sarajevo, Benjamina Karic procurou palavras de encorajamento para as cidades sitiadas ucranianas. Disse que “apesar de todos os horrores, Sarajevo nunca perdeu a esperança de lutar por um futuro melhor”.

Presente na cerimónia, o Encarregado de Negócios da Embaixada da Ucrânia na Bósnia e Herzegovina agradeceu o apoio.

Durante o cerco a Sarejevo, que durou entre 1992 a 1996, morreram mais de 11.500 pessoas e mais de 50 mil ficaram feridas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Shakhtar Donetsk abre "Digressão Global pela paz" em Atenas

Von der Leyen coloca Ucrânia mais próxima da União Europeia

Guerra na Ucrânia faz subir em flecha preços dos alimentos